Páginas

16 de jul de 2012

PROERD é sucesso absoluto em Carangola e Região


O Programa Educacional de Resistência às Drogas – PROERD, desenvolvido pela Polícia Militar de Minas Gerais vem conscientizando milhares de crianças e adolescentes no que diz respeito aos perigos que as drogas lícitas e ilícitas representam para a saúde dos seres humanos.  Nesse primeiro semestre de 2012, os policiais militares Instrutores do Programa levaram os ensinamentos para aproximadamente 800 (oitocentas) crianças dos Municípios de Carangola, Tombos, Divino e Orizânia.
Foram três meses de aulas dinâmicas e lúdicas que envolveram os pais, professores e alunos num contexto que direciona nossos jovens a buscarem sempre uma vida saudável longe das drogas, além de  resgatar valores  que, às vezes, são esquecidos e devem ser ressaltados no seio familiar. Este resgate de valores e esta busca de uma vida longe das drogas que o PROERD proporciona, contribui efetivamente para uma sociedade menos violenta e mais saudável.
O PROERD obteve o apoio das Prefeituras das cidades atendidas e em Carangola, além da Prefeitura Municipal, o Programa contou com o apoio do SEMASA e da Art-local Sonorização e Iluminação. As formaturas foram realizadas nos dias 13, 20, 26 e 28 de junho de 2012, nas cidades de Divino, Tombos, Orizânia e Carangola, respectivamente, e contou com as presenças de autoridades Civis e Militares, pais e familiares dos alunos formandos PROERD que manifestaram toda a satisfação e alegria de terem participado de mais essa ação da Polícia Militar de Minas Gerais que visa ajudar os pais a protegerem seus filhos dessa fonte de “doenças” chamada drogas.
O PROERD foi encerrado com absoluto sucesso em Carangola no dia 28/06 na quadra da Escola Estadual João Belo de Oliveira, oportunidade na qual se encerrou também Semana Nacional de Prevenção às Drogas. A formatura foi marcada pela participação em massa da comunidade carangolense, estando presentes mais de 1000 pessoas que tiveram a oportunidade de participar de uma solenidade alegre e diferente.



Nenhum comentário:

Postar um comentário